Quando Voam as Cegonhas Ver ampliado

Quando Voam as Cegonhas

Mikhail Kalatozov (1957), com Tatyana Samoylova, Aleksei Batalov, Vassily Merkurev, Aleksandr Shvorin, URSS, 96 min.

Mais detalhes

Sinopse
Veronika e Boris, um jovem casal de namorados, são separados pela convocação do rapaz para se juntar ao Exército Vermelho durante a 2ª Guerra Mundial. Ansiosa por notícias do front, a moça é acolhida pela família de Boris, quando sua casa é destruída por um bombardeio, e acaba forçada a se envolver com o primo do rapaz, com quem resignadamente se casa. Mas continua a esperar por Boris. Palma de Ouro de “melhor filme” no Festival de Cannes (1958).

Direção: Mikhail Kalatozov (1903-73)
Mikhail Konstantinovich Kalatozov nasceu em Tbilisi, Geórgia. Na juventude, trabalhou no Estúdio Cinematográfico Tbilisi como roteirista e operador de câmera. Com "Sal Para Svanetia" (1930), o sexto de uma série de sete documentários, projetou-se como diretor. Trabalhou nos estúdios Lenfilm e Mosfilm. Foi adido cultural na Embaixada da URSS nos EUA. Em 1946-48 ocupou o cargo de vice-ministro de Cinematografia. Entre suas obras estão "Coragem" (1939) e "Valeri Chkalov" (1941). Em 1943 dirigiu “Os Invencíveis”, que homenageia os defensores de Leningrado. Em 1950 lançou “Complô dos Condenados”, e três anos depois vieram “Turbilhões Hostis”, sobre a vida de Félix Dzerzhinski, fundador da Checa - a primeira polícia secreta da URSS - e a comédia “Três Homens Numa Balsa”. Em 1957 lançou “Quando Voam as Cegonhas”, Palma de Ouro no Festival de Cannes. Seus últimos filmes são “Soy Cuba” (1964), quatro histórias sobre a evolução do país desde o regime de Batista até a revolução liderada por Fidel Castro, e o drama de aventura “A Tenda Vermelha” (1969), coprodução da URSS com a Itália protagonizada por Claudia Cardinale, Sean Connery, Peter Finch e Nikita Mikhailov, com trilha sonora de Ennio Morricone.

Argumento Original: Viktor Rozov (1913-2004)
Nascido em Yaroslavl – cidade situada a 250 km de Moscou – um ano antes do início da Primeira Guerra Mundial, o dramaturgo Victor Sergueievich Rozov formou-se pelo Instituto de Literatura Maksim Gorky. É autor de mais de 20 peças e 6 roteiros para o cinema, incluindo “Eternamente Vivo”, que deu origem ao roteiro do filme “Quando Voam as Cegonhas”. Membro da Academia Russa de Letras, foi presidente da Academia Russa de Artes Teatrais e da União de Escritores. Colaborou também com o Teatro Central das Crianças. Entre os filmes baseados em suas peças teatrais estão "Boa Sorte!" (1956), dirigido por Viktor Eisymont, "Quando Voam as Cegonhas” (1957) e "A Carta Que Não Foi Enviada" (1959), ambos de Mikhail Kalatozov; "Um Dia Ruim” (1960) de Anatoli Efros, “No Final do Mundo” (1957) de Rodion Nakhapetov, “De Manhã à Noite” (1981) de Konstantin Khudyakov, e “Esperançosos” (1987), dos diretores A. Bobrov e Yuri Kolcheyev.

Música Original: Moisey Vaynberg (1919-96)
Moisey Samuilovich Vaynberg nasceu em Varsóvia. Filho de um compositor de teatro e uma atriz judia, mudou-se para a URSS em setembro de 1939. Parte de sua família, que ficou em Varsóvia, morreu no campo de concentração de Trawniki, vítima do nazismo. Graduou-se no Conservatório de Varsóvia (1939) e no Conservatório Estatal Bielorrusso (1941). Seu trabalho inclui vinte e duas sinfonias, dezessete quartetos de cordas, oito sonatas para violino, seis sonatas para piano, sete óperas – entre elas “O Passageiro” (1967) – e mais de meia centena de trilhas musicais para filmes e desenhos animados, entre elas a música de “Quando Voam as Cegonhas”. Entre seus trabalhos ainda se destacam as trilhas das comédias “Chofer à Força” (Nadezhada Kosherova, 1958), “Nylon 100%” (Vladimir Basov, 1973) e “Afonya” (Gueorgui Danelya, 1975).

UMESDVD038

R$ 39,90

Categorias