Vassa Ver ampliado

Vassa

Gleb Panfilov (1983), com Irina Churikova, Valentina Yakunina, Vadim Medvedev, Nikolay Sokorobogatov, URSS, 131 min.

Mais detalhes

Sinopse

Possuidora de uma frota de embarcações de transporte fluvial, a família de Vassa está às voltas com problemas capazes de comprometer sua reputação e, por consequência, seus negócios. O marido é acusado de abuso de crianças, seu irmão engravida a empregada, uma filha é "errada da cabeça", a outra está se transformando rapidamente em alcoólatra. Empenhada até a última gota de sangue em evitar a ruína de seus protegidos, a poderosa matriarca não hesita em recorrer ao suborno, chantagem, falsificação e assassinato. Porém, a muralha que ergue para defendê-los do mundo não consegue defendê-los de si mesma.
Baseado na peça Vassa Zheleznova, que Gorky escreveu em 1910 e reescreveu em 1936, visando tornar mais explícito o potencial de desumanização contido nas relações capitalistas de produção.

Prêmio de melhor direção no Festival Internacional de Cinema de Moscou (1983).
 
Direção: Gleb Panfilov (1934)

Gleb Panfilov nasceu em Magnitogorsk, nos Urais, graduou-se no Instituto Politécnico, foi supervisor de turno em uma fábrica de produtos químicos. Trabalhou como chefe do departamento de propaganda da Juventude Comunista de Sverdlovsk.
Diretor da TV local, realizou vários documentários entre 1958-63.
Estudou direção no VGIK. Formou-se em 1966 e ingressou no estúdio Lenfim, onde realizou seu primeiro longa.
“No Caminho Através de Fogo” (1967) recebeu o Leopardo de Ouro, no Festival de Locarno. “Início” (1970) e “Senhor Presidente” (1975) foram respectivamente premiados nos festivais de Berlim e Barcelona.
Transferiu-se para o Mosfilm em 1977.
Entre seus filmes estão “Tema” (1979), Urso de Ouro no Festival de Berlim: duas adaptações de Gorky, “Vassa” (1983) e “A Mãe” (1989); “Os Romanoff, Família Imperial” (2001); “Culpado Sem Culpa” (2008). Desde 1986 atua também como diretor de teatro.

Argumento Original: Maksim Gorki (1868-1936)

Fundador do realismo socialista, ativo militante do partido bolchevique, amigo e colaborador de Lenin, e depois de Stalin, Alexei Maksimovich Pechkov, pseudônimo Maksim Gorky, é ainda hoje considerado o maior escritor em língua russa, na qual despontaram expoentes como Pushkin (1799-1837), Gogol (1809-52), Dostoievski (1821-81), Tolstói (1828-1910), Tchecov (1860-1904), Maiakovski (1893-1930), Fadeyev (1901-56), Ehrenburg (1891-1967), Sholokhov (1904-84), Simonov (1915-79) e outros.
Suas obras registram personagens que integravam as classes exploradas: operários, vagabundos, prostitutas, homens e mulheres do povo. Autores realistas e naturalistas já tinham incorporado estes setores à literatura, mas, mesmo com simpatia, olhavam para os pobres de fora. Gorkyconhecia aquele universo por dentro e soube captar o que havia de mais profundo na alma russa.
Entre suas obras destacam-se “Pequenos Burgueses” (teatro, 1901), “Ralé” (teatro, 1901), “Os Inimigos” (teatro, 1906), “A Mãe” (romance, 1906-07), “O Espião” (romance, 1907), “A Confissão” (romance, 1908), “Infância” (romance autobiográfico, 1913-14), “Ganhando Meu Pão” (romance autobiográfico, 1915-16), “Minhas Universidades” (romance autobiográfico, 1923), “A Casa dos Artamonov” (romance, 1925), “Quarenta Anos: A vida de Klim Sanghin” (tetralogia, 1925/36), “Yegor Bulychóv e os Outros” (romance, 1932). “Vassa Zheleznova” (teatro, 1910/1936).
Gorky morreu em 18 de junho de 1936, vítima de envenenamento. O assassinato foi descrito e analisado, detalhadamente, nas duas sessões do dia 8 de março de 1938 do Colégio Militar da Corte Suprema da URSS.

Música Original: Vadim Bibergan (1937)

Compositor e ator, Vadim Bibergan nasceu em Moscou, Graduou-se em piano e composição no Conservatório Ural (1961). Sob a orientação de Shostakovich, estudou no Conservatório de Leningrado, onde obteve a pós-graduação em 1968. Escreveu a música de todos os filmes de Gleb Panfilov. Seu trabalho para a indústria cinematográfica compreende também as trilhas musicais de outros 40 filmes, entre os quais, "O Jogo, De Preferência às Sextas-Feiras" e "A Segunda Tentativa de Victor Krokhin" (I. Sheshukov, 1977 e 1984), "Perdoa-me" (Ernest Yasan, 1985), "Chicha" (V. Melnikov, 1991),  "Venha Me Ver" (O. Yankovsky e M. Agranovich, 2001).

UMESDVD 016

Disponibilidade: Em estoque

R$ 39,90

Categorias