Equipe de restauração do Mosfilm anuncia que "Aleksander Nevsky" ganhou vida nova


Recentemente aconteceu o Festival de Cinema de Cannes.

Na programação Cannes Classics, foram exibidos duas produções do Mosfilm restauradas e digitalizadas, os clássicos “Ivan o Terrível” (Eisenstein,  1938) e “Proibida a Entrada de Estranhos” (Elem Klimov,  1964).

Agora, o destaque fica para o Festival Internacional de Veneza, que se realizará entre os dias 2 e 12 de setembro deste ano. Para a retrospectiva “Clássicos de Veneza”,  foi selecionado o filme “Aleksander Nevsky” de S. Eisenstein e D. Vassiliev.

O vice-diretor geral do Mosfilm, Igor Bogdasarov, contou ao Notícias que, na época do trabalho de restauração,  ele e outros especialistas tiveram  grandes receios:

“Parecia que depois de ‘Ivan, o Terrível’ não haveria mais nada de assustador para nós. Mas, chegando a ‘Aleksander Nevsky’ começamos a pensar que demoraríamos um tempo infinito  para acertar esse filme ou ficariam defeitos que não seria possível  eliminar. A limpeza automática praticamente não deu em nada. No filme havia muito ‘ruído’, muito movimento (quando em cada ponto do frame algo acontece). Neste filme, trabalharam todos os nossos restauradores, praticamente limpando  cada frame a mão”.

Superando essas complicações, o filme recebeu uma nova vida com alta qualidade.

Em agradecimento a equipe, a redação do Notícias faz questão de citar um por um o nome dos que realizaram esse complexo trabalho de restauração. São eles: Igor Bogdasarov, Viktor Tomazin, Tatiana Kusnitzova, Irina Agafonova, Evgueni Vierlochev, Diana Kolomeitseva, Antom Moiseiev, Fiodor Pudalov, Roman Skovorodko, Iulia Taktashkina, Igor Valieiv e Vladimir Solodovnikov.


Da redação de Notícias do Mosfilm (22.07.2015)